PS: "Excelente notícia" do rating não pode ser reclamada por PSD e CDS

Moody's retirou Portugal do lixo. Partidos que anunciaram o apocalipse, não podem tentar retirar créditos, acusa João Galamba. Sociais-democratas estranham decisão da agência de rating

Sete anos depois de a Moody's retirar Portugal do lixo, o PS só tem palavras de elogio. "É uma excelente notícia e a confirmação da boa trajetória", defende o deputado João Galamba, que classifica como um reconhecimento do "bom momento de crescimento" que a economia portuguesa vive. "Não é conjuntural" esse crescimento, "tem dimensões estruturais que elevou o potencial de crescimento da economia", como descreve a agência de rating.

A Moody's, nota João Galamba ao DN, "reconhece também que, apesar das medidas e políticas diferentes que o governo tem tomado, o défice se mantém controlado".

O socialista insiste num ponto: "Não deixa de ser assinalável, em termos simbólicos, que o mesmo governo e a mesma maioria que o mundo garantia que ia espatifar o país e levá-lo a um rumo de insustentabilidade, tenho sido essa mesma exata maioria a levar o país a sair do lixo."

Sem que a direita possa reclamar qualquer parte do quinhão, nesta medida, responde Galamba, quando questionado pelo DN. "Não me parece. Partidos que anunciaram o apocalipse, não podem depois - quando o apocalipse não se verifica e o que acontece é o oposto - tentar retirar créditos." Das duas uma, "ou este governo ia levar este país para um caminho de descalabro ou não ia e o PSD e CDS disseram que ia".

"As agências de rating no início tinham algumas dúvidas e agora concordaram com o governo de que este caminho é sustentável e melhor para o país. PSD e CDS não podem criticar e vir depois reclamar créditos."

Surpresa laranja

Da parte do PSD, fonte da direção parlamentar refere que há alguma surpresa pela decisão da Moody's. "Estranha-se a subida do rating numa altura em que a dívida pública é superior daquilo que era quando o rating era lixo". Deixando um desejo: "Esperemos que a notícia traga algum benefício e que quem tem responsabilidades saiba beneficiar disso."

PSD: "Estranha-se a subida do rating numa altura em que a dívida pública é superior daquilo que era quando o rating era lixo"

O DN procurou obter comentários dos outros partidos, sem sucesso até à hora de publicação deste texto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG