PCP propõe António Filipe para vice-presidente do Parlamento. Assembleia ganha forma

Na nova legislatura da Assembleia da República, João Oliveira será líder da bancada comunista, PAN tem Inês Sousa Real a liderar grupo de quatro deputados. BE anuncia mais tarde nomes propostos.

O PCP vai propor António Filipe como vice-presidente da Assembleia da República e Ana Mesquita para secretária da Mesa do Parlamento, de acordo com uma nota divulgada esta quinta-feira pelo grupo parlamentar comunista. António Filipe já tinha exercido estas funções na legislatura de 2011 a 2015.

Na nota divulgada, o PCP dá a conhecer que a bancada comunista continuará a ser liderada pelo deputado João Oliveira, que será coadjuvado por António Filipe e Paula Santos, como vice-presidentes.

Com um grupo parlamentar agora reduzido a dez deputados, o PCP anunciou ainda que vai propor Duarte Alves como membro efetivo do Conselho de Administração da Assembleia da República e João Dias como seu suplente.

Os comunistas voltam assim a ter um deputado na vice-presidência do Parlamento, depois de na legislatura que agora terminou ter estado de fora dessas funções - era o CDS que detinha uma vice-presidência, com Teresa Caeiro. Os resultados eleitorais desta vez deixaram de fora o CDS. Dos cinco deputados agora eleitos, Cecília Meireles será a nova líder parlamentar centrista, antecipou a TSF.

Com a tomada de posse dos deputados marcada para esta sexta-feira, os grupos parlamentares vão arrumando a casa. O PSD antecipou que vai propor Fernando Negrão para outra vice-presidência. Os sociais-democratas irão ainda propor como secretário da Mesa da Assembleia da República o deputado Duarte Pacheco, que já ocupa essas funções.

O presidente do partido, Rui Rio, vai acumular com a liderança da bancada do PSD, pelo menos até ao Congresso do partido em fevereiro.

Já o PAN fez saber esta quinta-feira, através de fonte oficial à Lusa, que a deputada Inês Sousa Real foi eleita "por unanimidade" para líder do grupo parlamentar de quatro deputados. Antiga provedora dos Animais de Lisboa e candidata à presidência da Câmara Municipal da capital nas últimas autárquicas, os deputados André Silva, Inês Sousa Real, Bebiana Cunha e Cristina Rodrigues fizeram "uma eleição" para a liderança da bancada e a candidatura da jurista "foi aceite por unanimidade".

O PEV já tinha anunciado que José Luís Ferreira sucede a Heloísa Apolónia como líder parlamentar de "Os Verdes".

Do lado dos socialistas, o vice-presidente na última legislatura pelo PS, Jorge Lacão, revelou numa declaração escrita enviada à Lusa que cessa essas funções. No texto, Lacão agradece ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, aos restantes membros da Mesa e ao PS por ter proposto o seu nome para estas funções há quatro anos.

Ana Catarina Mendes será a líder parlamentar dos socialistas. A até aqui secretária-geral adjunta do PS sucede a Carlos César, que não será deputado nesta legislatura.

Esta quinta-feira, após uma reunião com os deputados do PS, António Costa confirmou que a eleição de Ana Catarina Mendes e da sua direção da bancada terá lugar na sexta-feira, dia em que também o PS recandidatará Ferro Rodrigues para a presidência da Assembleia da República. "Será uma lista paritária com Eduardo Ferro Rodrigues como candidato a presidente da Assembleia da República e Edite Estrela como candidata a primeira vice-presidente", referiu.

O Bloco de Esquerda só deve revelar publicamente esta quinta-feira à tarde os seus nomes. Na última legislatura, José Manuel Pureza foi vice-presidente da Assembleia em nome dos bloquistas e Pedro Filipe Soares o líder do grupo parlamentar, dois nomes que muito provavelmente devem continuar nessas funções.

A Mesa e o presidente da Assembleia da República serão eleitos numa lista única na abertura do Parlamento.

Mais Notícias