Líder do CDS em isolamento após ter estado com líder da Juventude

Francisco Rodrigues dos Santos esteve com Francisco Moita, que testou positivo para a covid-19, na cerimónia de evocação da memória do Adelino Amaro da Costa.

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, está em isolamento profilático depois de ter estado com o presidente da Juventude Popular, Francisco Moita, que testou positivo para a covid-19.

Diogo Feio, presidente do IDL -- Instituto Amaro da Costa, e António Carlos Monteiro, ambos vice-presidentes do CDS-PP, também estão em isolamento, confirmou o DN.

O líder do CDS e o o líder da Juventude do partido coincidiram na cerimónia de evocação da memória de Adelino Amaro da Costa, no 40.º aniversário da morte do ex-ministro da Defesa na queda do avião em Camarate, em que viajava juntamente com Francisco Sá Carneiro.

A cerimónia decorreu, no dia 4 de dezembro, junto à casa onde nasceu o fundador do partido, em Algés.

O presidente da Juventude Popular anunciou na terça-feira que tinha testado positivo ao novo coronavírus e que ia suspender a sua presença em todos os atos públicos que tinha agendado.

Esta tarde, o partido tinha anunciado que Conselho Nacional do CDS-PP agendado para sábado, no qual será decidida a posição sobre as eleições presidenciais, se vai realizar online, atendendo ao estado de emergência e para evitar uma concentração de pessoas.

No comunicado, o secretário-geral do CDS, Francisco Tavares, tinha dito que os trabalhos seriam dirigidos pela mesa do Conselho Nacional "a partir da sede nacional" do partido, em Lisboa, "onde também estará presente o líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, respeitando rigorosamente todas as regras de distanciamento recomendadas pela DGS" devido à pandemia de covid-19. Planos que terão agora que ser revistos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG