Topless de Keira Knightley contra o Photoshop

As fotografias que a atriz fez em topless para a "Interview" de setembro foram uma tomada de posição contra a manipulação das imagens pelo programa de computador.

A sessão fotográfica para a edição de setembro da revista "Interview" mostrou uma Keira Knightly em topless. Nessa altura, a atriz não apresentou qualquer justificação para a opção, referindo apenas que não tinha "qualquer tipo de problemas" com o tamanho do peito e recusando qualquer tipo de distúrbio alimentar.

Agora, numa entrevista à revista "Time", Keira Knightley explica porque posou para uma das fotografias em topless. Tem tudo a ver com uma tomada de posição contra o photoshop, programa de edição de imagens que permite manipular imperfeições das fotografias.

"Tive o meu corpo manipulado tantas vezes por tão diferentes razões, tanto por fotógrafos paparazzi como em cartazes de cinema. Essa sessão foi uma daquelas em que disse: 'Ok, sinto-me bem a fazer topless desde que não retoquem'. Porque me parece importante dizer que realmente não importa se estás em forma ou não", disse a atriz britânica.

Nos últimos anos têm sido muitas as personalidades a sofrer alterações de imagem graças ao photoshop. A tendência é para virem a público denunciar os abusos, como fizeram as cantoras Lady Gaga, Lorde e Beyoncé ou as atrizes Kate Winslet e agora Keira Knightley, que nos cartazes de "O Rei Artur" surgiu com as mamas aumentadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG