Tom Cruise nega ter abandonado a filha após divórcio

"As alegações de que abandonei a Suri após o meu divórcio são claramente falsas", alega Tom Cruise nos documentos que entregou em tribunal.

"Não cortei a Suri da minha vida, seja fisicamente, emocionalmente, financeiramente ou outra forma", acrescenta Tom Cruise, segundo o site da revista "People".

A imprensa norte-americana divulga hoje o conteúdo dos documentos que o ator entregou em tribunal num processo que moveu contra várias publicações que escreveram na capa que ele havia abandonado a filha, agora com 7 anos, depois de se ter separado de Katie Holmes, no final de junho de 2012.

Tom Cruise alega que, mesmo quando esteve ausente em filmagens quando essas histórias foram publicadas, viu a filha várias vezes. "A Suri e eu vimo-nos pessoalmente em julho, agosto, novembro e dezembro. Mesmo quando estive a trabalhar no estrangeiro e não tive possibilidade de ver a Suri em pessoas, nós estávamos (e continuamos a estar) extremamente próximos", alega.

O ator explica que falavam ao telefone quase todos os dias e que os mails que trocava com Katie Holmes nessa época comprovam que estava sempre presente na vida da filha quando as publicações noticiaram que a abandonara.

Tom Cruise contrapõe ainda os argumentos da defesa, segundo os quais a menina se sentia abandonada nessa época. "Apesar de saber que a minha filha tem saudades minhas quando eu não estou (e eu dela), ela é uma criança muito feliz e temos uma relação maravilhosa e alegres conversas ao telefone", acrescenta.

"Ela nunca deu indicações, em palavras ou atos, de que alguma vez se tenha sentido abandonada por mim", conclui o documento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG