Ser mulher em Hollywood é como "lidar com o racismo", diz atriz de Game Of Thrones

"Mas isso não me impede de ser feminista. Eu tenho maquilhagem, mas também tenho um QI alto", afirma

Emilia Clarke, de 30 anos, é conhecida por milhões de pessoas por interpretar a personagem Daenerys Targaryen, na série Game Of Thrones. Numa recente entrevista, a atriz falou sobre como é ser uma mulher em Hollywood, e comparou o sexismo da indústria ao racismo.

"Sinto-me tão ingénua por dizer isto, mas [ser mulher em Hollywood] é como lidar com o racismo. Sabemos que acontece, e estamos cientes disso, mas um dia dizemos 'está em todo o lado'", afirmou Clarke à Rolling Stone.

"É como acordar um dia e pensar 'espera um segundo, estás a tratar-me de forma diferente porque tenho um para de mamas? Isto está mesmo a acontecer?'", disse também, acrescentando que demorou "muito tempo" a perceber que era tratada de forma diferente.

Disse que, olhando em volta, esta é a sua "vida diária".

"Mas isso não me impede de ser feminista. Eu tenho maquilhagem, mas também tenho um QI alto. Portanto, estas duas coisas podem acontecer ao mesmo tempo", acrescentou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG