Ryan Reynolds doa quatro mil euros a cinema que serviu cerveja

A sala de cinema Brewvies foi multada por servir álcool durante a exibição do filme Deadpool, protagonizado pelo ator canadiano Ryan Reynolds

O cinema Brewvies em Salt Lake City, no Utah, foi multado em mais de 65 mil euros por ter, alegadamente, violado a lei ao servir cerveja durante a exibição do mais recente filme de Ryan Reynolds, Deadpool. Para fazer frente à coima, a sala criou uma campanha de angariação de fundos. E o ator que protagoniza a película foi um dos que contribuiu.

Reynolds doou quatro mil euros ao Brewvies, avançou o representante do ator à agência noticiosa AP. Com esta quantia, o cinema arrecadou até agora, no total, cerca de 20 mil euros.

De acordo com a lei daquele estado norte-americano, é proibido servir bebidas alcoólicas durante a exibição de filmes com nudez e simulação de sexo. O Brewvies defende-se, afirmando que Deadpool não se insere nessa categoria. O filme, realizado por Tim Miller e ainda com Morena Baccarin, está classificado como sendo para maiores de 14 anos.

No seu site, o cinema refere ainda que está em funcionamento em 1997 e que o seu objetivo é, desde sempre, propiciar "uma atmosfera divertida e única a adultos com 21 anos ou maiores", para que estes possam desfrutar de "grandes filmes, comida e bebida". "Brewvies nunca violou a lei das bebidas e nunca mostrou filmes obscenos", acrescenta, adiantando que o valor arrecadado servirá para "criar um fundo de defesa legal a ser utilizado em despesas legais" e que a multa aplicada "viola a liberdade de expressão".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG