Robert De Niro é processado por babysitter

O actor não pagou horas extra durante dez meses que devia à babysitter em 2006... agora ela abriu um processo e pede 30 mil euros.

Alexis Barry, uma ex-babysitter que trabalhou para Robert De Niro, iniciou um processo contra o actor, acusando-o de não lhe pagar horas extras trabalhadas durante os dez meses que exerceu a função em sua residência, em 2006. A babysitter pede 30 mil euros, que correspondem às 750 horas extra em que cuidou de Elliot, o filho do actor que agora tem 11 anos. Alexis reclama ainda o pagamento de dez dias de férias que o actor e a mulher, Grace Hightower, lhe prometeram e que nunca chegou a desfrutar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG