Rihanna eleita Humanitária do Ano pela Universidade de Harvard

A cantora Rihanna vai receber o título de Filantropo do Ano da Universidade de Harvard, esta terça-feira, por ter criado um centro de diagnóstico e tratamento do cancro da mama em Barbados

É mundialmente conhecida pela sua música, mas é a sua filantropia que a leva agora a ser distinguida com o título Filantropo do Ano 2017, que a prestigiada Universidade de Harvard atribui a cada 12 meses.

A principal razão para a escolha é o centro de diagnóstico e tratamento do cancro da mama que a cantora de 29 anos fundou na ilha onde nasceu, Barbados, dentro do hospital público Queen Elizabeth.

Rihanna, sabe-se também, vai receber a distinção numa cerimónia que irá decorrer na próxima terça-feira nas instalações da universidade, localizada em Cambridge, no estado norte-americano de Massachusetts.

A cantora tem vindo a mostrar, cada vez mais, o seu lado altruísta. Ainda no mês passado, a cantora, que é embaixadora de organizações de caridade como a Global Citizen e a Global Partnership for Education, viajou até ao Malawi, onde visitou, entre outras iniciativas, uma escola em Lilongwe, para alertar para as dificuldades no acesso à educação naquele país.

Já em maio do ano passado, através da sua Clara Lionel Foundation, que criou em 2012, Rihanna lançou um programa de bolsas de estudo que deu a pessoas de Cuba, Haiti e de Barbados a oportunidade de estudarem em universidades nos EUA.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG