"Quando passa uma mulher bonita olho descaradamente"

Álvaro Covões começou a ganhar dinheiro, no mundo do espetáculo, logo aos 15 anos, pois assumiu, em várias entrevistas, que cedo queria deixar de depender da mesada dos pais e ganhar a sua independência. "Se fosse preciso trabalhava a sério, até às cinco da manhã", justificava. Formou-se em Gestão e não em Medicina, como a família desejava. Depois tornou-se dealer de mercados e aprendeu a gerir dinheiro. E acabou a fundar, com Luís Montez, a empresa Música no Coração, de organização de concertos, festivais. Depois saiu e criou a Everything Is New.

O que é que te irrita nos inquéritos de verão e saltamos já essa parte?

A falta de humor.

(Então também não será neste que vais encontrar isso.)

O que é que nunca te perguntaram num inquérito de verão e começamos por aí?

Nunca me perguntaram: o que é que vais fazer nas férias de inverno? Resposta: vou para o Brasil.

No livro de Italo Calvino, o Sr. Palomar olhava um seio nu na praia com imparcial objetividade. E tu, de zero a dez, qual é o teu descaramento?

Cinco.

Passa uma mulher bonita na praia, olhas descaradamente ou vais buscar os óculos de sol para poderes ver sem virar o pescoço?

Olho descaradamente. O que é bonito é para se olhar, mas com respeito.

Toda a gente pergunta que livro levarias para as férias, eu pergunto que livro escreverias nas férias?

Portugal e o Futuro.

De zero a dez, quanto é que te irrita cravarem-te bilhetes para o NOS ALIVE e concertos que produzes?

Dez, exceto se forem só meia dúzia de amigos a ligar.

Com tantas más notícias sobre aviões quero saber: ficas cá ou és corajoso?

Sou corajoso, confio na estatística.

Um paparazzo fotografa-te nu numa praia, preferes aparecer na capa de frente ou de costas?

De lado.

Vais a uma praia mas está cheia de concorrentes da Casa dos Segredos, mudas de praia ou ficas para ver se estão domesticados?

Fujo.

De zero a dez quanto é que encolhes a barriga na praia?

Três.

Bolas-de-berlim, com creme e que se lixe a ASAE ou com creme e que se lixe a linha?

Com creme e que se lixe a linha.

A família do chapéu ao lado do teu não se cala com as histórias da novela da noite. Ficas a ouvir ou mudas de país?

Mudo de país.

Ouvi dizer que passas muitas horas ao telefone, portanto deve ser difícil conseguir que atendas. Qual é a tua happy hour?

Meia-noite.

Costumas levar revistas cor-de-rosa para a praia ou escolhes outra cor?

Prefiro os Ds - jornais diários branco, azul e salmão.

Vamos a contas, de zero a BES quanto costumas exagerar nos gastos das férias?

CGD.

Nas férias preferias confiar as tuas poupanças a um bancário ou a um banqueiro?

A um bancário.

O teu dinheiro está melhor off-shore ou on-shore?

On-shore.

És barrado à porta da discoteca. Chamas o gerente ou solta o clássico: você sabe quem eu sou?

Procuro outra casa.

És dos que querem estacionar o carro dentro da praia ou aceitas bem o facto de ter chegado tarde e ter de estacionar lá atrás como os outros.

Arrumo sempre longe da praia. De preferência longe do pó. É bom para caminhar.

(Produziste a exposição da Joana Vasconcelos e do Museu do Prado em Lisboa. Não é uma pergunta, é só uma afirmação: queremos mais!)

Com tantas bandas que já vieram a Portugal ainda acreditas que everything is new?

Sempre.

Depois de três dias a produzir um festival, estás alive?

I, I'm still alive (Tema dos Pearl Jam - Alive)

Mais Notícias