Príncipe Harry nega assinar acordo pré-nupcial

Em causa está a fortuna avaliada em 34 milhões euros

Um amor para sempre. É assim que príncipe Harry encara a sua relação com Meghan Markle, com quem está de casamento marcado. Com a cerimónia prevista para maio deste ano, na Capela de St George's no Castelo de Windsor, em Londres, o jovem de 33 anos terá negado assinar um acordo pré-nupcial que visava proteger a sua fortuna, estimada em cerca de 34 milhões euros (30 milhões de libras), em caso de divórcio.

Segundo a imprensa britânica, a Casa Real terá insistido com o noivo para assinar os papéis do acordo, alegando que este não é o primeiro casamento da atriz norte-americana. Recorde-se que Meghan Markle divorciou-se de Trevor Engelson depois de dois anos juntos. Contudo, Harry acredita que vive um conto de fadas e que o amor que o une à noiva será eterno.

"O Harry nunca pensou sequer nisso. Ele está determinado a que o casamento dure até ao fim das suas vidas, por isso não sente necessidade de qualquer proteção", contou fonte próxima da família real britânica ao jornal Daily Mail.

Esta não é a primeira vez que a Casa de Windsor vê os seus intentos negados. Também William recusou assinar um acordo pré-nupcial aquando do casamento com Kate Middleton, em abril de 2011, seguindo as pisadas da mãe de ambos, a princesa Diana, que anos antes, também se escusou a assinar semelhante contrato.

A fortuna de Harry, estimada em 34 milhões de euros, encontra-se dividida em 11 milhões de euros, que herdou depois da morte da mãe, e em quase 23 milhões euros que tem em propriedades. Já Meghan, depois do sucesso da série Suits, tem uma riqueza avaliada em cinco milhões euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG