Príncipe Harry diz ter morto talibãs no Afeganistão

O príncipe Harry, co-piloto-artilheiro de um helicóptero Apache, disse ter morto talibãs durante a sua missão no Afeganistão, em declarações recolhidas pela agência noticiosa britânica Press Association (PA), divulgadas hoje, depois do fim da missão.

Em resposta a uma pergunta sobre se tinha morto algum talibã a partir do helicóptero, o príncipe, de 28 anos, respondeu: "Sim, como muitos de nós".

Harry, que é o terceiro na sucessão ao trono britânico, acrescentou: "Se há pessoas que procuram fazer mal aos nossos, então colocamo-los fora de jogo".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG