Nuno Markl gera "indignação" nas redes sociais

O humorista Nuno Markl foi alvo de várias críticas nas redes sociais, depois de ter contado uma história sobre um "pitbull" que mordeu os donos, e defendeu-se com um novo "post".

Nuno Markl voltou a ser alvo de críticas nas redes sociais, depois de ter brincado, na rubrica O Homem Que Mordeu o Cão, com a história de um casal norte-americano que tentou vestir uma camisola tricotada ao seu pitbull, acabando por levar dentadas do animal.

Face "à indignação" gerada nas redes sociais, como o define o humorista numa publicação em que se defende das críticas, Markl explicou: "Já não era odiado há muito tempo nas redes sociais e já estava a estranhar, e o que se passou foi que donos e criadores de pitbulls caíram-me em cima". E acrescenta que, por ter contado a referida história, foi "insultado a torto e a direito e considerado um odiador de pitbulls", diz.

O radialista adianta no mesmo post: "Não - eu odeio é pessoas, reparem. Pitbulls, como todo e qualquer cão, eu adoro. E sim, o pitbull não é tão feroz como às vezes se faz crer e é um cão que pode ser incrivelmente meigo; mas é um cão que convém saber ter e saber cuidar. Todos são, aliás", conta Markl.

E atira: "Houve várias pessoas que me chamaram estúpido, palerma, etc etc - e houve quem dissesse coisas como "está sempre a dizer que é amigo dos animais e tem um programa na TV sobre animais mas não percebe nada de pitbulls. A isso eu respondo: é verdade. [...] Lamento isso - a minha especialidade é rafeiros, geralmente rafeiros abandonados e que ninguém quer, porque muita gente prefere pagar - e pagar MUITO dinheiro - para ter cães de raça", lê-se na publicação.

O ex-apresentador do 5 Para a Meia-Noite desvalorizou a questão e brincou com o assunto, frisando com humor numa outra publicação: "Próxima polémica: odeio esparregado".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG