Marido de Madalena da Suécia acusado de beber em excesso

Chris O'Neill tem sido criticado na imprensa sueca pela sua falta de conhecimento sobre as tradições do país da mulher. Desta feita, é o consumo de álcool do multimilionário norte-americano que tem estado em cheque.

Herman Lindqvist, conhecido historiador e jornalista sueco, insinua num artigo publicado no diário sueco Aftonbladet que o marido da princesa Madalena bebe demasiado. Lindqvist escreve, em tom jocoso, que O'Neill não poderia chamar Zlatan (nome muito comum na Suécia) ao filho, porque não saber o significado da palavra. "Como queriam que se chamasse Zlatan se o seu pai nem sequer sabe o que significa? Provavelmente acharia que era uma bebida alcoólica porque desse assunto ele entende".

Desde que se casou com a filha mais nova dos reis da Suécia, Chris O'Neill tem sido constantemente atacado pela imprensa daquele país nórdico, seja pelos seus negócios alegadamente obscuros, seja pela suposta crise no relacionamento com Madalena, seja pela sua teórica aversão à Suécia.

Lindqvist tem sido um dos militantes mais fervorosos anti-O'Neill... mas a críticas do jornalista não se limitam ao marido de Madalena da Suécia. Quando Estelle, filha da princesa Vitória, nasceu, Herman escreveu que a herdeira do trono sueco havia escolhido um "nome de princesa de discoteca" para a sua primogénita.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG