Filhos e viúva de Robin Williams chegam a acordo

Mais de um ano depois da morte do ator, os três filhos e Susan Schneider chegaram a entendimento sobre os bens avaliados em 89 milhões de euros. A viúva de Williams fica com a casa onde vivia com o protagonista de filmes como O Clube dos Poetas Mortos e Bom dia, Vietname.

De acordo com a notícia avançada pela People, Susan Schneider, terceria mulher do ator que se suicidou em agosto do ano passado, desistiu da ação judicial que tinha intentado em tribunal contra os três filhos de Robin Williams. Schneider vai poder, assim, permanecer na casa onde vive (e que partilhava com o ator), assim como alguns bens, como um relógio.

Numa declaração concedida à People, Susan Schneider disse: "Embora seja difícil falar disto como uma vitória, uma vez que esta situação surge da maior perda de todas, estou profundamente agradecida ao juiz por ajudar a resolver estas questões. Posso viver em paz sabendo que os desejos do meu marido foram honrados".

Recorde-se que, na ação judicial intentada pouco antes do Natal do ano passado, a viúva de Robin Williams alegava que lhe tinham sido retirados "unilateralmente" bens da casa onde vivia com Robin Williams, em Paradise Cay, Califórnia, alguns dias após a sua morte, no verão passado.

Zelda, Cody e Zak, os três filhos do ator (fruto dos dois primeiros casamentos), vão ficar com a maior parte dos bens deixados por Williams, e que estavam em disputa, entre os quais constam 50 motas e 85 relógios.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG