Agressor de Pitt proibido de entrar em Hollywood

O repórter acusado de agredir Brad Pitt na estreia de 'Maléfica', já está em liberdade desde sábado, mas foi proibido pelo tribunal de se aproximar tanto do ator como de Angelina Jolie como de eventos do mundo do espetáculo

Vitalii Sediuk, de 25 anos, que esteve preso desde quarta-feira, foi condenado a pagar uma multa de cerca de 146 euros, e terá de cumprir 20 dias de serviço comunitário, ficando sob regime de liberdade condicional durante três anos.

O tribunal obrigou-o ainda a manter-se afastado 450 metros de qualquer evento de Hollywood, ao mesmo tempo que reforçou a ordem de afastamento já imposta em relação a Brad Pitt e Angelina Jolie.

O repórter ucraniano era já conhecido por comportamentos mais excessivos em eventos públicos, e em 2012 foi esbofeteado por Will Smith quando tentou beijar o ator.

Recorde-se que Vitalii Sediuk, de 25 anos, foi detido na quarta-feira em Hollywood Boulevard, onde estava a decorrer a pré-estreia do último filme de Angelina Jolie, Maléfica, que estava acompanhada de Brad Pitt. Tudo aconteceu quando, segundo as autoridades, o repórter furou as medidas de segurança e deu um murro ao ator, partindo-lhe os óculos.

Contudo segundo o advogado do jornalista a agressão nunca aconteceu, tendo garantindo que o repórter ucraniano tentou abraçar Pitt e tendo sido impedido pelos seguranças.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG