A magnata nigeriana que destronou Oprah Winfrey

Com uma fortuna de 2,8 mil milhões de euros ligada ao petróleo e à moda, Folorunsho Alakija é a mulher negra mais rica do mundo

"Posso passar horas e horas a fio a trabalhar sem pensar em mais nada. A minha mãe treinou bem os seus filhos para que conseguissem trabalhar muitas horas por dia sem que nos lembremos sequer de comer. Não que ela quisesse que passássemos fome, nada disso. Mas educou-nos de tal forma que aprendemos, desde cedo, o que significa o empenho e o trabalho árduo."

As palavras de Folorunsho Alakija, em entrevista ao jornal Daily Sun News, ilustram bem uma filosofia de vida dedicada à carreira e os frutos da mesma estão à vista. É ela a nigeriana de 63 anos que não só é a mulher mais rica em África como substituiu recentemente Oprah Winfrey como a mulher de raça negra mais rica do mundo.

Dona de dois impérios, um deles ligado ao petróleo (Famfa Oil) e outro à indústria da moda (Supreme Stitches), Folorunsho Alakija já acumula uma fortuna no valor de 2,8 mil milhões de euros, cerca de 254 milhões de euros a mais que o valor do património detido pela empresária e apresentadora de TV norte-americana, segundo informou a revista Ventures Africa.

Leia mais na edição em papel ou e-paper do DN deste domingo

Mais Notícias

Outras Notícias GMG