"Não comas aquilo que te apetece, apenas o que podes"

Helena Aires Trindade de Sacadura Cabral nasceu em Lisboa, São Jorge de Arroios, a 7 de dezembro de 1934. É economista, jornalista e escritora. Foi a primeira mulher a ser admitida nos quadros técnicos do Banco de Portugal. Teve colaborações regulares como colunista de jornais, revistas, programas radiofónicos e televisivos. Foi casada com o arquiteto Nuno Portas, de quem teve dois filhos, Miguel e Paulo Portas.

O que é que a irrita nos inquéritos de verão e saltamos já essa parte?

Acho-lhes imensa piada. Daí que este seja o primeiro a que respondo!

O que é que nunca lhe perguntaram num inquérito de verão e começamos por aí?

A minha idade e ficamos por aqui...

No livro de Italo Calvino, o Sr. Palomar olhava um seio numa praia com imparcial objetividade. E a Helena, de zero a dez, qual é o seu descaramento?

Dez, claro, senão você não me fazia estas perguntas.

Mas se passar um homem bonito na praia, olha descaradamente ou vai buscar os óculos de sol para poder ver sem virar o pescoço?

Na minha idade o risco seria não o ver. Contudo, como não uso óculos e vejo bem, talvez lhe piscasse um olho. Ele é que podia não ver...

Nos inquéritos de verão pergunta-se que livro levaria para férias, eu pergunto que livro escreveria nas férias?

Um cujo título seria "O trabalho compensa?".

Com tantas más notícias sobre aviões fica cá ou é corajosa?

Fico corajosamente cá.

Um paparazzo fotografa-a nua numa praia. Prefere aparecer na capa de frente ou de costas?

Sempre de lado. É o meu melhor ângulo.

Mário Henrique Leiria escreveu: Uma nêspera estava sentada na cama, deitada. Muito calada a ver o que acontecia. Chegou a Velha e disse: olha uma nêspera! E zás, comeu-a. A nêspera teve o que merecia?

A nêspera teve. A Velha é que se engasgou e morreu. Conclusão: não comas aquilo que te apetece, mas apenas o que podes...

Vai a uma praia mas está cheia de concorrentes da Casa dos Segredos, muda de praia ou fica para ver se estão domesticados?

Não os conheço, pesar meu. Logo, não dou por eles.

Agora uma pergunta típica de inquéritos de verão: Bola-de-berlim, com creme e que se lixe a ASAE ou com creme e que se lixe a linha?

Detesto bolas-de-berlim desde que a Merkel chegou ao poder.

A família do chapéu ao lado do seu não se cala com as histórias da novela da noite. Fica a ouvir ou muda de país?

Digo-lhes que Passos Coelho está a chegar.

Atende o telefone na praia e toda a gente fica a saber da sua vida ou consegues falar num tom normal?

Desde que a areia estragou o meu telemóvel, só atendo o do vizinho.

Costuma levar revistas cor-de-rosa para a praia ou escolhe outra cor?

Levo os relatórios da troika que são rosa-choque.

Vamos a contas, de zero a BES quanto costuma exagerar nos gastos das férias?

Gasto Banco Novo.

Nas férias preferia confiar as suas poupanças a um bancário ou a um banqueiro?

Ao colchão, do lado de inverno.

O seu dinheiro está melhor offshore ou onshore?

Nem num nem noutro. O que você queria era saber onde ele está...

É barrada à porta da discoteca. Chama o gerente ou solta o clássico: você sabe quem eu sou?

E você acha que eu tenho idade para me deixarem ir a uma discoteca?!

É das que querem estacionar o carro dentro da praia ou aceita bem o facto de ter chegado tarde e ter de estacionar lá atrás como os outros.

Vou sempre para a praia de motorista!

Com tanta política "em casa" nunca pensou candidatar-se a nada, ou o condomínio já tem administrador?

Ultimamente tenho andado a pensar candidatar-me às primárias de 28 de setembro.

No seu livro Coisas Que Sei ou Julgo Saber diz mesmo tudo o que sabe?

Sobretudo, o que julgo saber...

Como economista e com as notícias que se ouvem hoje em dia, não deveria mudar o título do seu livro "Aquilo em que acredito", para: Aquilo em que eu acredi-tava?

Na nova edição o título será "Aquilo em que eu hei de acreditar."

Como é que pode ter livros de culinária e ao mesmo tempo livros de dieta? Não é estar a torcer pelo Benfica e pelo Sporting ao mesmo tempo?

Mas não é isso que a maioria das pessoas faz?

Faz parte do Clube dos Puros, um grupo para apreciadores de charuto. Onde é que são os encontros? Em pé, à porta de um restaurante?

Os puros sentam-se sempre em belos sofás...

Mais Notícias