Morreu aos 75 anos o ator brasileiro Nelson Xavier

Ator foi vítima de cancro

O ator Nelson Xavier morreu na terça-feira aos 75 anos em Minas Gerais, no Brasil, informou a filha do ator através do Facebook. Foi vítima de cancro.

Tereza Vilela Xavier escreveu ainda que o corpo do pai será transportado para o Rio de Janeiro, onde será cremado. "Ele virou um planeta! Estrela ela já era. Fez tudo o que quis, do jeito que quis e da sua melhor maneira possível, sempre".

Nascido a 30 de agosto de 1941 em São Paulo, Nelson Agostini Xavier cursou Direito, mas a sua paixão pela interpretação foi mais forte.

Iniciou a sua carreira no teatro, com peças como "Eles Não Usam Black-Tie" (1958), de Gianfrancesco Guarnieri, "Chapetuba Futebol Clube" (1959), de Oduvaldo Vianna Filho, "Gente como a Gente" (1959), de Roberto Freire, e "Julgamento em Novo Sol" (1962), de Augusto Boal.

Entre os seus trabalhos no cinema estão "O ABC do Amor" (1967), "Os Deuses e os Mortos (1970), "É Simonal" (1970), "Dona Flor e seus Dois Maridos" (1976), e "A Queda" (1978), com direção de Ruy Guerra e do próprio Xavier, que rendeu ao ator um Urso de Prata no Festival de Berlim, entre outros prémios no Brasil.

Em 2010, o ator interpretou o médium Chico Xavier num filme com a direção de Daniel Filho, um trabalho de que lhe rendeu grande popularidade.

Nelson Xavier foi premiado como melhor ator no Festival de Cinema do Rio, em 2016, com o filme "Comeback", que será ainda lançado no Brasil.

Na televisão, ficou conhecido do grande público ao participar de inúmeras novelas e séries televisivas, como "Tenda dos Milagres", "O Cravo e a Rosa", "Belíssima", "A Favorita", "Renascer", "Joia Rara", ou "Gabriela".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG