Melania Trump agradeceu a Chelsea Clinton por ter defendido Barron

Chelsea defendeu Barron Trump após a publicação de um artigo que criticava o estilo do menino de 11 anos

A primeira-dama dos EUA, Melania Trump, agradeceu, na rede social Twitter, a Chelsea Clinton por esta ter defendido o filho mais novo do casal Trump.

Chelsea Clinton, filha da ex-rival de Trump nas eleições presidenciais e do antigo presidente Bill Clinton, criticou o Daily Caller, um site de noticias conservador, por publicar um artigo feito pelo repórter de entretenimento, Ford Springer, no qual era criticado o estilo de Barron Trump, de 11 anos.

O repórter escreveu que já era altura de o filho do presidente se começar a vestir de acordo com o papel que desempenha, deixando as camisolas e calções em favor de camisas e gravatas. Springer considerava ainda que o rapaz deveria pentear o cabelo quando em público.

O artigo mereceu um desagrado generalizado, especialmente vindo de Chelsea Clinton, cuja aparência foi várias vezes criticada por meios de comunicação, quando o pai, Bill Clinton, assumiu a presidência na década de 1990.

"É tempo de os media e todos os outros deixarem Barron Trump sozinho e deixarem que tenha a infância privada que ele merece", escreveu Chelsea na rede social Twitter, na segunda-feira.

O comentário defensivo foi notado pela primeira-dama, que respondeu e agradeceu a Chelsea, realçando a importância de apoiar todas as crianças para que sejam elas mesmas. No agradecimento, publicado na terça-feira, Melania Trump adicionou ainda a tag: "#StopChildhoodBullying"

Mais Notícias

Outras Notícias GMG