Madonna protege Adele de ataque de Lagerfeld

O estilista acusou a cantora britânica de estar "gorda". A rainha da pop não gostou e fez uma reprimenda pública ao alemão que considera "horrível" e "ridículo".

"É a coisa mais ridícula que já ouvi... Adele tem um enorme talento e o peso dela não importa para nada". Isto porque Lagerfeld numa apreciação que fez da britânica no jornal Metro disse que "apesar de ter um rosto lindo e uma voz divina, é gorda demais".

A própria Adele já tinha respondido ao diretor criativo da Chanel dizendo que "nunca quis ser como as modelos das capas das revistas. Eu represento a maioria das mulheres e tenho muito orgulho nisso". Madonna, na entrevista ontem publicada no jornal The Sun aconselhou a vencedora de sete prémios Grammy a "manter a sua integridade e força interior".

Apesar de Lagerfeld já ter vindo a terreiro garantir que as suas palavras foram mal interpretadas, esta não foi a primeira vez que defendeu que as mulheres devem ser muito magras. Em 2009 em resposta às constantes críticas das modelos extremamente magras que contrata para os seus desfiles, o estilista defendeu-se, dizendo que quem tecia essas críticas eram as "mães gordas".

O que o alemão parecer ter esquecido é que o próprio já foi obeso e, em 2001, passou por uma dieta rigorosa - especialmente concebida para ele - que o levou a perder cerca de 42 quilos em 13 meses.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG