Juiz tem missão de descobrir autor de fotos em topless

A justiça francesa nomeou um juiz para identificar o autor das fotografias de Kate Middleton em topless. A publicação das imagens foi proibida mas estas continuam a aparecer em algumas revistas.

A revista dinamarquesa Se Og Hor publicou mais fotografias da mulher do príncipe William em topless. Além daquelas que já haviam aparecido noutras revistas, esta publicação mostra imagens de Kate Middleton a vestir a cueca do biquíni. O responsável da publicação, Kim Hennigsen, garante que teme ser processado, como aconteceu à francesa "Closer". "Não é o Palácio Real Britânico que decide o que é publicado na 'Se Og Hor'", afirmou.

Em França, o procurador de Nanterre, nos suburbios de Paris, onde os duques de cambridge apresentaram uma queixa na sequência da publicação das fotos, tiradas enquanto gozavam férias no sul do país, ordenou um inquérito para encontrar o autor das imagens.

Algo que um famoso paparazzo francês já terá feito. Pascal Rostain concluiu que o autor das fotografias foi um paparazzo britânico, que vive no sul de França.

A justiça francesa já tinha proibido à revista "Closer" a reedição, difusão e cedência a terceiros das fotografias em causa. Apesar disso, as imagens vão surgindo em algumas publicações e, de acordo com um inquérito da YouGov junto de 1600 pessoas, um quinto dos britânicos já viu Kate Middleton sem biquíni.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG