Jessica Chastain aconselhada a não falar sobre igualdade de género

A atriz revelou que a alertaram que o seu ativismo poderia ser prejudicial para a sua carreira

Em entrevista à edição de março da revista American Way, Jessica Chastain revelou que já lhe foi dito que poderia estar a prejudicar a carreira pela sua luta a favor da igualdade entre homens e mulheres em Hollywood.

"Um realizador uma vez disse-me que eu falava demasiado de 'coisas sobre mulheres'. Esta pessoa é alguém de quem eu gosto, e provavelmente estava preocupado com o facto de isso poder afetar a minha carreira", explicou Chastain, que tem sido voz ativa sobre temas como a igualdade de salários entre homens e mulheres na indústria cinematográfica.

A atriz de 39 anos fez questão de sublinhar que "não quer atacar ninguém": "Estou apenas a tentar criar mais condições para a inclusão, compaixão e empatia - o que ao fim ao cabo vai culminar em melhores filmes, melhor arte", disse. Tendo isso em mente, Chastain criou uma produtora, a Freckle Films, dirigida por mulheres, no ano passado.

"Não sei por que é que as coisas não estão a mudar", acrescentou. Jessica Chastain deixou ainda uma pergunta no ar, com os seus pares de Hollywood em mente: "Eu estou a fazer a minha parte, portanto, por que também não o fazem os outros?"

Mais Notícias

Outras Notícias GMG