Freddie Mercury levou Diana disfarçada a bar gay

Freedy Mercury, vocalista dos Queen, disfarçou a princesa Diana de homem e levou a um bar gay nos anos 80, segundo a biografia da atriz Cleo Roccos.

Cleo Roccos, cuja biografia, "The Power of positive Drinking", está a ser publicada pelo jornal "Sunday Times", revela que Freddy Mercury, juntamente com o comediante Kenny Everett, vestiram Diana de Gales com um casaso militar, boné e óculos escuros e levaram a princesa para um clube noturno no sul de Londres, o Royal Vauxhall Tavern.

A atriz, que contracenou com Kenny Everett numa série de televisão, diz que quando entraram no bar acharam que ela ia ser descoberta a qualquer momento. "Mas as pessoas pareciam não a ver", diz, acrescentando: "Ela adorou". E assim pôde pedir bebidas à vontade, acrescenta Cleo Roccos.

A princesa de Gales morreu num acidente de carro, em Paris, em 1997. O líder dos Queen morreu em 1991, vítima de uma doença relacionada com o vírus da sida.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG