Emoção e muitas lágrimas na missa em honra de Angélico

A família recebeu apoio de dezenas de pessoas. Rita Pereira, a ex-namorada, não conteve as lágrimas.

"Porquê? Porquê?" A pergunta, sem resposta, ecoou ontem na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Laranjeiro, onde se realizou a missa de sétimo dia em memória de Angélico Vieira. Pergunta repetida por dezenas de familiares, amigos, fãs ou apenas curiosos, que estiveram presentes na eucaristia de homenagem ao cantor e actor, tragicamente falecido no dia 28, na sequência de um acidente de viação.

Acompanhados de vários familiares, Milton Angélico e Filomena Vieira chegaram à igreja em cima da hora da missa. Rita Pereira, a ex-namorada de Angélico Vieira, chegou pouco depois, acompanhada de Filipe Terruta, e juntou-se aos pais do ex-namorado. A actriz da novela da TVI Remédio Santo emocionou-se e não conteve as lágrimas durante a cerimónia.

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG