Drew Barrymore divorcia-se de Will Kopelman

O casal decidiu pôr termo ao casamento de quatro anos. Barrymore e Kopelman reiteram que "não deixam de ser família"

Drew Barrymore irá somar mais um divórcio ao historial, depois de ter estado casada dois meses, em 1994, com Jeremy Thomas, e quatro com o comediante Tom Green, em 2001. Da relação com o ator Will Kopelman resultaram duas filhas - Olive e Frankie, de três e um ano, respetivamente.

No dia seguinte a começarem a circular rumores que davam a relação como terminada, o casal emitiu um comunicado: "Infelizmente, a nossa família vai separar-se legalmente, embora não sintamos que esta situação nos separe enquanto família. O divórcio pode fazer-nos sentir falhados, mas eventualmente encontra-se esperança na ideia de que a vida continua. Os nossos filhos são o nosso universo e nós encaramos o resto das nossas vidas com eles como primeira prioridade."

Em outubro, Barrymore admitiu em entrevista à publicação InStyle que o romance com Kopelman "nunca foi amor à primeira vista." "Ele sempre foi alguém muito presente, um ser humano íntegro e alguém que tinha uma incrível herança [de qualidades] familiar, que eu nunca tive", contou à mesma publicação, enquanto acrescentou que tinham "polos opostos" no que tocava às preferências na vida.

A atriz revelou, também em outubro passado, mas desta vez à People, que decidiu gerir a carreira, concentrando-se na vida familiar: "Simplesmente pensei 'onde é que tenho de estar durante mais tempo?' [Dividir o tempo] Cinquenta-cinquenta seria o ideal, mas a vida não funciona assim. Fiz muitas decisões e definitivamente adaptei a minha vida à maternidade."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG