Comentários homofóbicos afastam cantora do programa de Ellen

A apresentadora Ellen Degeneres confirmou que Kim Burrell não vai estar presente no seu programa de televisão

"Para aqueles que têm perguntado, a Kim Burrell não vai estar no meu programa", escreveu Ellen Degeneres no seu perfil de Twitter. A questão colocou-se no início da semana depois de ter sido divulgado um vídeo em que a cantora de gospel chamou, durante um sermão na igreja, os homossexuais de "pervertidos" e disse que "envergonham o reino de Deus", entre outros comentários.

A presença de Burrell no The Ellen DeGeneres Show estava agendada para o final desta semana.

A artista de 44 anos, que participa da banda sonora do filme Elementos Secretos ao lado de Pharrell Williams, não fez até agora qualquer comunicado à decisão da apresentadora norte-americana.

Já sobre as acusações de homofobia de que foi alvo depois da publicação da gravação, Burrell tentou justificar-se, afirmando que as suas intenções foram mal interpretadas e as suas palavras distorcidas. "A todas as pessoas que estão a lidar com o espírito da homossexualidade, aquelas que o têm, eu amo-as porque Deus as ama. Mas Deus odeia o pecado e tudo o que é contra a sua natureza (...). Na igreja temos a responsabilidade de representar o Deus todo-poderoso", disse.

Pharrell Williams condenou "todos os discursos de ódio de qualquer natureza", mas sem mencionar o nome da colega.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG