Cindy Crawford critica magreza das manequins

Em entrevista ao jornal 'Daily Mail', a ex-top model afirmou que no seu tempo elogiavam-se os corpos curvilíneos e que era normal usar roupas tamanho 38.

Na década de 90, Cindy Crawford era uma das manequins mais badaladas e requisitadas pelos criadores. Numa entrevista concedida ao jornal inglês Daily Mail, a ex-top model aponta o dedo à ditadura da magreza imposta pela indústria da moda. "Na minha altura, usar roupas no tamanho 38 era normal. Agora só é manequim quem vestir o 32", atirou.

Cindy Crawford, 45 anos, afirmou ainda que ficou espantada quando viu um anúncio protagonizado por Taylor Swift. "Como é difícil ser manequim nos dias de hoje. Também é preciso saber cantar e actuar. Não me parece que isso seja uma tarefa para as manequins".

Ciente desta realidade, a ex-manequim garante que vai cultivar uma mentalidade saudável nos seus dois filhos, Kaia e Presley. "As crianças aprendem mais se em vez de falarmos dermos o exemplo", frisou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG