Charlie Sheen volta se lhe pagarem 3 milhões por episódio

O actor norte-americano prometeu processar os produtores que cancelaram a série "Dois Homens e Meio" e admitiu voltar ao trabalho se lhe pagarem ainda mais.

Em duas entrevistas televisivas durante o fim de semana, Sheen, 45 anos, disse que a estação para a qual trabalha e os produtores de "Dois Homens e Meio" serão obrigados a indemnizá-lo por terem cancelado a série antes do final da oitava temporada.

Questionado pela ABC News se pretendia pedir indemnização, respondeu com um sorriso: "muita". "A verdade é que vão ter de depositar e ir embora. Um pouco mais, mais, completem com um pouco de ouro. Bingo!", disse. "Estou aqui para receber", declarou. "Vão perder. Vão perder no tribunal".

Sheen declarou à NBC que regressará ao trabalho, mas pediu um aumento de cerca de 2 milhões de dólares por episódio para 3 milhões de dólares. "Terminarei o programa, farei inclusive uma décima temporada se quiserem, mas por causa do stresse - oh, deus - serão 3 milhões (de dólares) por episódio. É pegar ou largar", afirmou.

A CBS cancelou a produção de "Dois Homens e Meio" devido ao comportamento do actor, internado numa clínica de desintoxicação e autor de palavras consideradas insultuosas contra o criador da série, Chuck Lorre, na comunicação social

Mais Notícias

Outras Notícias GMG