Cesar Millan, "encantador de cães", investigado por possível crueldade contra animais

O cão que Cesar Millan treinava atacou e feriu um porco durante uma sessão de treino

Cesar Millan, o "Encantador de Cães" da televisão norte-americana, está sob investigação por possível crueldade animal num dos episódios do programa.

No seu reality show Cesar911, transmitido no Nat Geo Wild, o especialista em comportamento animal ajuda a tratar cães problemáticos dos convidados através de técnicas de modificação de comportamentos. No entanto, o especialista foi vítima de inúmeras queixas depois de ter sido emitido um episódio em que um bulldog/terrier chamado Simon ataca e fere um porco numa sessão de treino, afirma o TMZ.

Segundo o tabloide britânico The Daily Mail, o Departamento de Proteção de animais de Los Angeles dirigiu-se na terça-feira à noite ao centro de psicologia para cães de Millan, em Santa Clarita, mas não conseguiu obter informações acerca do estado de saúde do porco pois Millan não se encontrava no local.

Esta não é a primeira queixa que Cesar Millan recebe. Chegou mesmo a ser processado em fevereiro do ano passado, quando uma enfermeira californiana alegou que o seu cão a atacou seis dias depois de ter sido tratado no centro do especialista.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG