Barack Obama recebe proposta de emprego do Spotify

Barack Obama vai ceder o seu lugar na Casa Branca no final deste mês, mas a empresa que disponibiliza música em "streaming" está interessada em contratá-lo

Depois de cumprir oito anos na presidência dos Estados Unidos, Barack Obama prepara-se para se despedir da Casa Branca no próximo dia 20 de janeiro. E o Spotify, serviço de música em streaming, acaba de lhe propor um lugar na equipa.

Obama já criou várias playlists para a empresa sueca que alcançaram um grande sucesso junto dos utilizadores. O democrata chegou, inclusivamente, a brincar com a possibilidade de trabalhar na plataforma digital. "Estou à espera de um trabalho no Spotify", disse Obama durante um discurso do embaixador Sueco, Mark Brzezinski, na Casa Branca.

Daniel Ek, CEO do Spotify, não se esqueceu da brincadeira e alertou, também ele com humor, o político para uma vaga que abriu na empresa. "Barack Obama, ouvi dizer que estava interessado numa vaga no Spotify. Já viu esta?", escreveu o responsável na sua conta do Twitter, juntando na mensagem uma ligação que redireciona para uma página na internet.

A página descreve as qualidades de que a empresa está à procura para um futuro colaborador e que parecem ir perfeitamente ao encontro de Barack Obama. A oferta de trabalho pede, entre outras características, alguém "com pelo menos oito anos de experiência na liderança de uma nação altamente conceituada" ou ainda uma pessoa que seja capaz de ter ideias para criar "a playlist perfeita para discursar junto da nação sobre a legislação de um sistema de saúde que tem o seu nome".

A empresa aproveitou a oferta de trabalho para mandar algumas indiretas ao novo presidente dos EUA, Donald Trump. "[Procuramos alguém] que celebre a diversidade das nossas playlists, desde Viva Latino (2,4 milhões de seguidores) até Rap Caviar" (5,3 milhões de seguidores", pode ler-se. E o nome do cargo? "O Presidente das Playlists".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG