A ex-bailarina que levou Zizou para o Real Madrid

Chama-se Véronique e está casada com o ex-futebolista há 20 anos. Foi ela que quis viver em Espanha

Véronique tinha 19 anos e estava a estudar dança quando conheceu Zidane, já uma estrela em ascensão no futebol francês, mas um adolescente tímido. Foi um amigo em comum que os apresentou, numa discoteca, em 1989. "Começou com um 'olá' e passadas algumas semanas já éramos inseparáveis", contou, numa entrevista, a mulher do atual treinador do Real Madrid.

A espanhola é vista como tendo sido a grande aliada de Florentino Pérez para trazer Zidane para a equipa dos merengues. Têm quatro filhos, rapazes, e todos eles jogam nas camadas juvenis do clube madrileno. Mas quem é esta ex-bailarina que também chegou a ser manequim?

Quem conhece de perto a família Zidane - e não são muitos, uma vez que o ex-futebolista sempre foi reservado no que diz respeito à sua vida pessoal - garante que Véronique é a verdadeira companheira e o amor da vida de Zizou, como este é carinhosamente chamado.

De acordo com amigos do casal, citados pelo site Vanitatis, a ex-bailarina teve um grande peso na carreira desportiva do marido: Zidane não teria terminado a sua carreira em Espanha se não fosse por ela. Zizou acabaria por reafirmar esta suspeita: "A família está em primeiro lugar para mim e os meus não estão bem em Turim. A minha mulher é espanhola e deseja voltar ao seu mar andaluz", disse, na altura da transferência da Juventus para o Real Madrid, o agora ex-futebolista.

Casaram em 1994, em França, quando Zidane integrava o plantel do AS Cannes. O jogador assumia cada vez mais a sua postura enigmática, uma das suas características mais marcantes enquanto jogador, mas a par dos relvados construía uma família sólida. Os dois tiveram quatro filhos - todos rapazes - embora Véronique acalentasse o desejo de ter uma menina que lhe seguisse os passos como bailarina. Chegou a comentar, com humor, que ficava muito feliz por ter cinco atletas em casa, mas que gostava que pelo menos um dos seus filhos fosse bailarino...

Apesar da influência da mãe, os genes de Zidane foram mais fortes. Enzo, Luca, Theo e Elyaz, os quatros herdeiros do treinador do Real Madrid, jogam no clube que o pai treina mas desejam singrar pelos próprios meios. Influência da mãe ou não - mas uma decisão aplaudida pelo pai - Enzo, o mais velho, de 20 anos, usa o apelido materno Fernández e é um dos capitães do Castilha, a segunda equipa do Real. Foi batizado Enzo em homenagem à estrela de futebol uruguaia, Enzo Francescoli,e acreditam que se tornará uma estrela em campo, como o pai. Luca, de 17, também é visto como um futebolista promissor. Theo (13) e Elyaz, (10) também não conseguem largar as chuteiras. E Véronique pode não ter conseguido a bailarina ou o bailarino, mas regressou a Espanha, ao seu mar andaluz.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG