Veja onde pode comprar a edição impressa do Diário de Notícias

Durante este Estado de Emergência muitos quiosques, papelarias, áreas de serviço e supermercados vão manter as portas abertas para que o leitor do DN possa também ter acesso à informação.

A edição em papel do Diário de Notícias que está este sábado nas bancas dos jornais voltou a ser feita à distância, no que é já um novo "normal".

Com uma nova organização, para evitar a entropia, o trabalho flui - embora se sinta falta do debate de ideias e até das discussões, normais na redação. O que não se alterou? O rigor - difícil nestes tempos de desinformação - e o profissionalismo de uma equipa que, porque gosta mesmo do que faz, só tem de ter cuidado, neste regime, de não o fazer de manhã à noite, sem parar.

Ser jornalista é bom, mesmo em tempos difíceis, ou sobretudo em tempos difíceis. Produzimos muito, e temos tido os melhores dias de sempre, em tráfego online.

O problema é que o tráfego não gera os recursos suficientes para sustentar uma empresa jornalística - a publicidade é barata e escoa-se pelas grandes plataformas. Por isso, para que o jornalismo continue, tem de ser pago de outras formas. Dantes, vendiam-se edições, agora vendem-se assinaturas online.

Nós aqui estamos, a fazer a nossa parte. A sua, caro leitor, é contribuir, e ajudar a que continue a existir bom jornalismo. Para ficar informado, o que sabemos ser essencial em tempos de crise. É quando mais precisa. Assine o DN, e receba acesso a todas as notícias em casa e à edição digital.

Durante este Estado de Emergência muitos quiosques, papelarias, áreas de serviço e supermercados vão manter as portas abertas para que o leitor do DN possa também ter acesso à informação.

Estes são os postos de venda onde pode comprar a edição impressa do DN:

Siga-nos, a toda a hora, em www.dn.pt.

E assine a edição eletrónica em AQUI

Mais Notícias