Santiago do Cacém. Sobe para 25 o número de casos ativos após 10 novos testes positivos

Devido ao crescimento de casos ativos em Santiago do Cacém, concelho do litoral alentejano, cerca de 400 a 500 pessoas fizeram esta sexta-feira os testes de despiste à covid-19, cujos resultados só deverão ser conhecidos a partir de domingo.

O número de casos ativos de covid-19 no concelho de Santiago do Cacém subiu esta sexta-feira para 25, após 10 novos testes positivos naquele concelho do litoral alentejano, confirmou à Lusa o presidente da Câmara, Álvaro Beijinha.

Os números resultam de "algumas dezenas de testes", realizados na quinta-feira, o mesmo dia em que o concelho registou um súbito crescimento de oito para 15 casos ativos, que levou as autoridades de saúde locais a montar hoje uma grande operação de testagem no recinto da feira da cidade.

"Entre 400 e 500 pessoas" foram testadas ao longo de todo o dia de hoje, nos pavilhões montados para o efeito pela autarquia, num rastreio cujos resultados só deverão começar a ser conhecidos "no domingo ou segunda-feira", dado o elevado número de testes realizados, explicou o autarca.

Nos próximos dias deverão continuar a ser testadas mais pessoas, "embora, provavelmente, em menor número" uma vez que os 10 novos casos positivos detetados hoje devem conduzir a novos contactos na cadeia de contágios da investigação epidemiológica.

Surto relacionado com o de Sines

O surto do novo coronavírus SARS-CoV-2 em Santiago do Cacém está relacionado com um outro que teve origem em Sines, detetado em 27 de agosto, que motivou rastreios nos concelhos vizinhos de Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Grândola.

Este surto, que as autoridades locais designaram como "surto 'Champions'", teve origem num grupo de pessoas com "grau de proximidade elevado" que se juntaram em Sines para assistir pela televisão à final da Liga dos Campeões de futebol e "ficaram contagiadas", de acordo com a responsável da unidade local de saúde pública, Fernanda Santos.

Este mesmo surto levou, no sábado, ao encerramento de um restaurante em Melides, no concelho de Grândola, após a deteção de três casos positivos entre os proprietários e funcionários do estabelecimento.

Portugal contabiliza pelo menos 1.855 mortos associados à covid-19 em 62.813 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG