Portal da Queixa. Reclamações dirigidas ao ministério da Educação dispararam 133%

Dificuldades no processo das matrículas online, no acesso aos vouchers disponibilizados pelo programa MEGA e a falta de vagas são alguns dos principais problemas a motivar as queixas dos portugueses no setor da educação.

A poucos dias do arranque do novo ano letivo, o Portal da Queixa analisou os dados referentes às reclamações dos consumidores no setor da Educação, que traduzem alguns dos problemas com que se deparam os portugueses no regresso às aulas, marcado também pela pandemia de covid-19.

As dificuldades em aceder ao Portal das Matrículas - o site através do qual se processaram, este ano, as matrículas ou a sua renovação -, os problemas que se prendem com os livros escolares, concretamente, com os vouchers MEGA (Manuais Escolares Gratuitos) disponibilizados online pelo Ministério da Educação (ME), bem como as dificuldades técnicas verificadas no acesso a ambos os portais, foram algumas das principais reclamações registadas no Portal da Queixa no setor da Educação, num total de 767 desde o início do ano e até 9 de setembro, o que representou um crescimento de 133% face ao período homólogo do ano anterior (329 queixas).

A análise da equipa ao setor da Educação permitiu verificar que relativamente ao processo das matrículas online houve um crescimento exponencial das reclamações (609 queixas em 2020), um aumento de 601%, comparativamente com as 87 queixas verificadas em 2019.

Para além das reclamações relacionadas com as matrículas online, com os vouchers MEGA, com o difícil acesso aos portais do ME e de outras questões relacionadas com os livros escolares, há ainda portugueses que reclamam da falta de vagas para alunos, da não colocação dos alunos nas escolas solicitadas e da falta de resposta dos organismos afetos ao ME.

No Portal da Queixa, a página do Ministério da Educação apresenta uma taxa de resposta de apenas 26.2% e de 6.3% de taxa de solução, deixando os consumidores, na maioria das vezes, sem qualquer tipo de resposta. O Índice de Satisfação do ME está pontuado em 16.9 (em 100).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG