Novo Banco: Auditoria publicada no site da AR expurgada de informação confidencial

Entre as falhas apontadas, a Deloitte refere uma em torno da análise de risco de empréstimos de construtoras que originaram perdas de 271,1 milhões.

Já é público o relatório censurado da auditoria especial da Deloitte ao BES/Novo Banco que identificou perdas líquidas da ordem dos 4.000 milhões de euros, sobretudo relativas a operações ainda do tempo do Banco Espírito Santo.

Mas o relatório de 371 páginas aponta algumas falhas verificadas já após a resolução do BES, em agosto de 2014, e também não esclarece algumas dúvidas, incluindo em torno da venda da seguradora GNB Vida, em 2018.

Entre as falhas apontadas, a Deloitte refere uma em torno da análise de risco de empréstimos de construtoras que originaram perdas estimadas em 271,1 milhões de euros, no final de 2018.

Leia aqui na íntegra o relatório da Deloitte hoje tornado público esta terça-feira no site do Parlamento, expurgado de dados classificados como confidenciais pelo Novo Banco, que enviou o documento para a AR na passada sexta-feira.

Elisabeth Tavares é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias