Norte e Centro sob aviso por causa da chuva e trovoada

Bragança, Guarda e Vila Real estão sob aviso laranja por causa da chuva até ao final da tarde desta quarta-feira

Bragança, Guarda e Vila Real estão sob aviso laranja por causa da chuva até ao final da tarde desta quarta-feira, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera, que pôs ainda sete distritos com aviso amarelo por causa da trovoada.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o aviso laranja (o segundo mais grave) vai vigorar entre as 10:00 e as 18:00 nos distritos de Bragança, Guarda e Vila Real, por causa da chuva, com aguaceiros dispersos, que localmente podem ser fortes e de granizo.

Igualmente por causa da previsão de aguaceiros dispersos, que localmente podem ser fortes e de granizo, estão sob aviso amarelo, o terceiro mais grave, os distritos de Viana do Castelo, Porto, Braga e Viseu.

Já por causa da trovoada, que pode ser dispersa e frequente, estão sob aviso amarelo os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo e Braga. Este aviso vigora igualmente entre as 10:00 e as 18:00 desta quarta-feira.

O IPMA prevê para esta quarta-feira uma pequena descida da temperatura máxima, em especial no interior do país, e avisa que há então condições favoráveis à ocorrência de trovoada no interior Norte e Centro até ao fim da tarde, com aguaceiros dispersos, mas que localmente podem ser fortes e acompanhados de granizo.

Está igualmente prevista chuva fraca até final da manhã, em especial no litoral Este e na região Sul.

As temperaturas máximas vão baixar, variando entre os 23º (Porto, Aveiro e Sines) e os 30º (Castelo Branco) e as mínimas vão variar entre os 14º (Castelo Branco, Portalegre e Viseu) e os 19º (Faro).

Granizo provocou estragos em vinhas de Carrazedo de Montenegro

Uma intensa queda de granizo provocou "elevados prejuízos" em vinhas da freguesia de Carrazedo de Montenegro, concelho de Valpaços, disse à agência Lusa o presidente da junta de freguesia.

António Jesus da Costa referiu que o mau tempo que se verificou por volta das 19:00 de terça-feira, com muito granizo e chuva, provocou, em pleno mês de agosto, "bastantes prejuízos" em vinhas de algumas aldeias desta zona do concelho de Valpaços, distrito de Vila Real.

O autarca apontou que o granizo "caiu durante cerca de 30 minutos" e que as "pedras eram de grande dimensão".

António Jesus da Costa contou que lhe foram relatados estragos por parte de viticultores e que, durante a manhã, vai ser feito um levantamento da situação.

O mau tempo verificou-se a poucas semanas do início da vindima neste território e, para além das vinhas, afetou ainda hortas e pomares.

Esta é ainda uma zona de produção de castanha, mas, segundo o autarca, para já ainda não lhe foram apontados prejuízos nesta cultura.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real disse à Lusa que a chuva forte e o granizo de terça-feira provocaram 17 ocorrências, nos concelhos de Chaves e Valpaços (Carrazedo de Montenegro) relacionadas com inundações, principalmente em garagens e caves, e quedas de árvores.

Na cidade de Chaves, o mau tempo provocou ainda inundações em estradas que se registaram, sobretudo, nas freguesias citadinas, em Santa Maria Maior e Santa Cruz Trindade e Sanjurge.

Mais Notícias