Naufrágio na Figueira da Foz. Mulher francesa em estado crítico

Casal foi resgatado com vida por uma mota de água do ISN e com o auxilio de um surfista.

O naufrágio de um veleiro na praia do Cabedelo, na Figueira da Foz, provocou, neste domingo de manhã, um ferido grave e um ligeiro. Os dois ocupantes - um casal de nacionalidade francesa -, atiraram-se à água depois de a embarcação com 12 metros ter encalhado na praia do Cabedelo.

A mulher está em estado crítico no hospital da Figueira da Foz depois de ter entrado em paragem cardiorrespiratória. De acordo com Fonte do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF), citada pela Lusa, foi transferida para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e está com prognóstico reservado. O homem apresenta apenas alguns hematomas e está internado em situação estável no HDFF, permanecendo em observação.

Foram resgatados com o auxílio de uma mota de água do ISN e com o auxilio de um surfista.

O naufrágio ocorreu por volta das 10h30 da manhã e na operação de resgate e socorro estiveram envolvidos meios dos bombeiros, da Marinha e do INEM.

O casal, de nacionalidade francesa, navegava na embarcação de 12 metros em direção a Cascais, quando a embarcação encalhou na praia do Cabedelo, a sul da cidade, cerca das 10:30 de hoje.

De acordo com informação fornecida à Lusa pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra, após o alerta, os dois tripulantes foram resgatados depois de se atirarem à água: primeiro o homem, apenas com ferimentos ligeiros, e mais tarde, às 11:23, a mulher, que se encontrava em paragem cardiorrespiratória.

A embarcação, que estava fundeada a cerca de 50 metros da linha de costa, numa zona de forte rebentação até cerca das 17:00 de hoje, acabou por partir a amarra que tinha e navegou à deriva mais para sul, encalhando na areia a poucos metros de distância do primeiro esporão ali existente, no extremo sul da praia do Cabedelo.

O veleiro está adornado e apresenta diversos danos, aparentemente por ação da ondulação, constatou a Lusa no local.

No local, nas operações de socorro às vítimas, estiveram meios aquáticos e terrestres da Capitania da Figueira da Foz, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Polícia Marítima e das corporações dos Bombeiros Sapadores e Voluntários da cidade.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG