Madeira decreta uso obrigatório de máscara na rua

Medida deverá entrar em vigor a partir de 1 de agosto e deverá ser revelada esta terça-feira pelo Governo Regional

A Madeira vai decretar o uso obrigatório de máscara na rua, adianta o Diário de Notícias da Madeira, dando conta de que o Governo Regional vai dar esta terça-feira mais detalhes sobre a medida, em conferência de imprensa.

A medida deverá entrar em vigor a partir de 1 de agosto e visa reforçar o combate à pandemia de covid-19 no arquipélago.

A Madeira regista um total de 105 casos confirmados de covid-19, já com 97 doentes recuperados e oito ainda ativos, sem necessidade de cuidados hospitalares, informou esta segunda-feira o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE).

"Os oito casos ativos consistem em cinco casos importados identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas na Unidade de Rastreio de covid-19 do Aeroporto da Madeira e três casos de transmissão local", esclarece em comunicado.

O IASAÚDE indica, também, que sete pessoas se encontram em isolamento numa unidade hoteleira requisitada pelo Governo Regional e uma permanece em casa.

"À data, 12.183 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, agora com recurso à aplicação 'MadeiraSafeToDiscover', 5.087 destas pessoas estão em vigilância ativa", refere o comunicado.

No contexto da operação de rastreio de viajantes nos aeroportos da Madeira e do Porto Santo, que entrou em vigor em 01 de julho, há já a reportar 13.658 colheitas para teste à covid-19 realizadas até às 16:30 do dia de hoje.

No total do arquipélago, foram processadas 40.911 amostras, tendo sido contabilizadas 1.563 notificações de casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus, 1.458 das quais não se confirmaram.

Em Portugal, morreram 1.719 pessoas das 50.299 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 649 mil mortos e infetou mais de 16,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias