Madeira anuncia mais três casos de infeção, número duplicou em 24 horas

O número de casos de Covid-19 na Madeira duplicou nas últimas 24 horas, sendo agora seis os infetados, indicou o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE), esclarecendo que se trata de cinco cidadãos dos Países Baixos e uma madeirense.

"Temos neste momento dois casos com validação pelo Instituto Ricardo Jorge", afirmou a vice-presidente do IASAÚDE, Bruna Gouveia, acrescentando: "Temos mais quatro casos que aguardam validação pelo Instituto Ricardo Jorge, com resultado preliminar positivo".

A responsável sublinhou que todos os casos confirmados até ao momento "estão estáveis" e encontram-se no internamento dedicado à Covid-19, no Hospital Central do Funchal, "sem necessidade de cuidados muito diferenciados".

Na região, foram já sinalizados 48 casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 38 foram negativos.

Para além dos seis casos positivos, existem mais quatros casos suspeitos em estudo, explicou Bruna Gouveia, em conferência de imprensa, no Funchal, indicando também que há 320 pessoas em vigilância ativa no arquipélago.

"117 destas pessoas estão associados aos casos confirmados", disse.

Os seis casos de Covid-19 foram todos importados, incluindo o da cidadã madeirense, pois tinha regressado no domingo do Dubai e encontrava-se a cumprir a quarentena obrigatória decretada pelo Governo Regional.

Bruna Gouveia realçou que as pessoas em vigilância ativa são acompanhadas regularmente pelas autoridades de saúde e dispõem de apoio psicológico.

Por outro lado, 104 turistas encontram-se em isolamento preventivo no hotel, no Funchal, onde foi detetado o primeiro caso positivo de Covid-19, na segunda-feira, 16 de março.

A Linha SRS24 (800 24 24 20) recebeu 122 chamadas entre as 00:00 e as 15:00 de hoje, totalizando 2.788 chamadas desde a entrada em funcionamento, sendo que 71 foram encaminhadas para as autoridades de saúde para validação.

A vice-presidente do IASAÚDE indicou, por outro lado, que cerca de 7.500 pessoas já foram rastreadas à chegada ao Aeroporto Internacional da Madeira, entre residentes e estrangeiros, desde que o Governo Regional decretou a quarentena mandatória, no dia 15 de março.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 231 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.350 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 86.250 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira.

O número de mortos no país subiu para quatro, com anúncio da morte de uma octogenária em Ovar, feito pelo presidente da Câmara local, horas depois de a DGS ter confirmado a existência de três vítimas mortais até às 24:00 de quarta-feira em Portugal.

Mais Notícias