Juiz Carlos Alexandre fica com o processo de Tancos

Carlos Alexandre vai conduzir o processo de instrução do roubo de armas de Tancos. Ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes é um dos arguidos.

A instrução deste processo que envolve civis e militares num roubo de armas e a instrução, decidida por sorteio, cabe ao juiz Carlos Alexandre, avança a TVI.

Azeredo Lopes é um dos arguidos deste processo. Há uma semana, o ex-ministro da Defesa requereu que o primeiro-ministro, António Costa, fosse ouvido como testemunha na instrução do processo.

Como Azeredo Lopes, o ex-diretor da Polícia Judiciária Militar, Luís Vieira, e o major Vasco Brazão também pediram instrução do processo.

Além dos 23 acusados pelo assalto e pela recuperação do material furtado em Tancos envolvidos neste processo, o Ministério Público continua a investigar suspeitas de crimes de obstrução à justiça e violação de segredo de justiça.

A instrução é uma fase do processo facultativa. Visa avaliar se há, ou não, indícios suficientes para levar um arguido a julgamento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG