Concelhos de Gavião e Alcoutim em "risco máximo" de incêndio

Os concelhos de Gavião e Alcoutim apresentam "risco máximo" de incêndio estando rodeados por 19 distritos com risco muito elevado, segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IMPA), que regista outras 14 regiões preocupantes no norte.

Este domingo há dois concelhos em "risco máximo" e outros 33 em "risco muito elevado" de incêndio, que estão concentrados em três zonas do sul: na costa algarvia, no centro interior e no norte interior.

No Algarve, metade dos municípios (oito em 16) apresentam "risco muito elevado" de incêndio, segundo o site do IPMA, que mostra uma mancha quase uniforme desde Castro Marim até Lagos.

No Alentejo, apenas o município de Odemira apresenta "risco muito elevado", o segundo mais grave numa escala com cinco níveis.

Além de Alcoutim o outro concelho em "risco máximo" é Gavião (distrito de Portalegre) e está junto aos dez concelhos de Castelo Branco e Santarém que também apresentam "risco muito elevado".

Mais a norte, apanhando os distritos da Guarda, Viseu e Bragança, existem outros 14 concelhos com "risco muito elevado" de incêndio.

Nas zonas de risco "máximo" e "muito elevado" são proibidas queimadas mas também o uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, "salvo se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito", refere o site do IPMA.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de "reduzido" a "máximo". Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG