Funchal escreve a Boris Johnson e garante "férias seguras" aos britânicos

Miguel Gouveia lembra ao primeiro-ministro britânico que a Madeira é um dos lugares "mais seguros do mundo" e que só registou 93 casos de covid-19.

O presidente da Câmara do Funchal, Miguel Gouveia, endereçou uma carta ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido.

Na missiva, enviada por e-mail e hoje divulgada, o autarca sublinha que a região autónoma tomou "todas as medidas necessárias" para garantir aos turistas umas "férias seguras", enquanto desfrutam de um "clima temperado", bem como das "maravilhas da natureza e hospitalidade calorosa" dos madeirenses.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico deixou de desaconselhar as viagens para a Madeira e Açores, juntamente com uma série de outros países, mas continua a advertir contra as visitas a Portugal continental devido à atual situação pandémica.

No entanto, permanecem dúvidas sobre a eventual obrigatoriedade de os cidadãos britânicos terem de cumprir quarentena no regresso ao seu país.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, eleito pela coligação Confiança (PS/BE/PRD/Nós, Cidadãos!), sublinha que a Madeira é um dos lugares "mais seguros do mundo" para visitar este verão, tendo registado até à data apenas 93 casos de covid-19.

Miguel Gouveia refere também que o arquipélago é considerado um dos "destinos mais seguros a visitar na Europa" e implementou um protocolo 'Clean & Safe' para os seus restaurantes, alojamentos e lojas.

O autarca salienta que a região montou uma operação de rastreio a todos os passageiros que desembarcam nos aeroportos da Madeira e Porto Santo, com a obrigatoriedade de apresentar um teste negativo para covid-19 realizado até 72 horas antes do início da viagem ou, então, a efetuá-lo à chegada.

"A Madeira foi eleita melhor destino insular da Europa no ano passado", reforça Miguel Gouveia, indicando, por outro lado, que o Funchal é a cidade "com melhor reputação hoteleira" e que o arquipélago é um "destino favorito de longa data" para os cidadãos britânicos.

O Reino Unido é um dos principais mercados emissores de turistas para a Madeira, juntamente com a Alemanha.

Mais Notícias