Diretor nacional da PJ testou positivo e está em isolamento

Luís Neves testou positivo para a doença provocada pela infeção do novo coronavírus. O diretor nacional da Polícia Judiciária, que apresenta sintomas ligeiros, vai agora ficar em isolamento.

O diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, testou positivo à covid-19, confirmou o DN.

Após manifestar sintomas ligeiros associados à doença, Luís Neves fez o teste de despiste à doença provocada pela infeção do novo coronavírus e conheceu esta quinta-feira o resultado.

Confirmado o diagnóstico de covid-19, o diretor da PJ inicia agora um período de isolamento, que deverá ser de 10 dias, de acordo com a norma da Direção-geral da Saúde (DGS), que foi atualizada em outubro - na quarta-feira já não compareceu nas instalações da Judiciária.

De acordo com a DGS, um caso ligeiro ou mesmo um assintomático faz agora um isolamento de dez dias, em vez dos 14 que eram estabelecidos anteriormente.

"Para os doentes com covid-19 assintomática, isto é, pessoas sem qualquer manifestação clínica de doença à data do diagnóstico laboratorial e até ao final do seguimento clínico, o fim das medidas de isolamento é determinado 10 dias após a realização do teste laboratorial que estabeleceu o diagnóstico de covid-19", aponta a norma da DGS.

A exceção são os doentes imunodeprimidos, que farão, tal como os doentes graves, 20 dias de isolamento, desde o início dos primeiros sintomas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG