Detetados primeiros casos da nova variante da covid na Madeira

Nova estirpe "foi detetada em viajantes que chegaram à Madeira provenientes do Reino Unido".

A Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil da Madeira anunciou este doingo (27 de dezembro) ter confirmado a presença da nova estirpe do SARS-CoV-2, em viajantes que chegaram à região provenientes do Reino Unido.

"Na sequência da análise genética pedida pela Direção Regional de Saúde ao Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge a uma amostra de alguns casos positivos detetados na RAM [Região Autónoma da Madeira], foi confirmada a presença da nova estirpe do vírus do Reino Unido na Madeira", revelou a secretaria regional, acrescentando que "foi detetada em viajantes que chegaram à Madeira provenientes do Reino Unido".

Segundo a mesma nota, que não especifica o número de infetados, "esta identificação só foi possível graças ao trabalho desenvolvido pelo Centro de Rastreio do Aeroporto Internacional da Madeira o qual permite rastrear, identificar e encaminhar para isolamento casos positivos, quando detetados".

A nova variante foi identificada no Reino Unido há poucas semanas o que levou a maioria dos países europeus a limitar a circulação aérea e marítima com a Grâ-Bretanha. Desde então já foram identificados casos na Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Suécia e Espanha. O mesmo aconteceu já fora da Europa, na África do Sul, Japão, Austrália e Líbano.

De acordo com os dados conhecidos até agora, a nova variante terá uma transmissibilidade superior em 70% à estirpe dominante, mas não há até agora indícios de que seja mais perigosa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG