Há cinco meses que não se registavam tantos internamentos

A 11 de maio existiam 805 pessoas internadas, número que foi registando um decréscimo ao longo de cinco meses, mas esta sexta-feira há 811 pessoas em internamento

Portugal tem esta sexta-feira 811 pessoas internadas devido à infeção por covid-19, o que significa que desde o inicio de maio que não se registavam tantos internamentos.

A 11 de maio existiam 805 pessoas internadas, número que foi registando um decréscimo ao longo de cinco meses.

Embora com oscilações diárias nunca mais se tinha ultrapassado o valor de 805 doentes internados.

Na quinta-feira, os dados do boletim epidemiológico davam conta que 801 infetados estavam internados em unidades hospitalares portuguesas, número que registou esta sexta-feira uma subida (mais 10 pessoas).

No que respeita aos cuidados intensivos os dados revelam também uma semelhança ao ocorrido em maio.

Os dados desta sexta-feira indicam que 125 pessoas estão internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), um valor que se aproxima do registado a 8 de maio, dia em que as autoridades de saúde davam conta da existência de 127 doentes infetados acompanhados nas UCI.

Portugal registou esta sexta-feira mais 12 mortos relacionados com a covid-19 e 1.394 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, em março, este é o segundo maior número de casos de infeção. O maior foi em 10 de abril, com 1.516.

Portugal já registou 2.062 mortes e 83.928 casos de infeção, estando esta sexta-feira ativos 29.702 casos, mais 735 do que na quinta-feira.

A DGS indica que das 12 mortes registadas, oito ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, três na região Norte, onde esta sexta-feira se regista o maior número de infeções e uma na região centro.

As autoridades de saúde têm em vigilância 47.721 contactos, mais 1.539 em relação a quinta-feira.

Nas últimas 24 horas 647 doentes recuperaram totalizando 52.164 desde o início da pandemia.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções. A faixa etária 40 e os 49 é a que regista o valor mais elevado.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 38.166 homens e 45.762 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.032 eram homens e 1.030 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e sessenta e três mil mortos e mais de 36,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes

Mais Notícias

Outras Notícias GMG