Depressão Beatriz deixa mais de metade do país em alerta amarelo

Portugal Continental será afetado por uma superfície frontal fria por causa da depressão centrada a noroeste das ilhas britânicas,

A depressão Beatriz, centrada a noroeste das ilhas britânicas, vai trazer o mau tempo a Portugal Continental, com 13 distritos em alerta amarelo esta quarta-feira, dia 7 de novembro, por causa da precipitação, do vento forte ou da agitação marítima. Mas o mau tempo já se faz sentir, especialmente a Norte e no Centro, desde a tarde desta terça-feira.

"Portugal Continental será afetado por uma superfície frontal fria de atividade moderada a forte associada a esta depressão, em especial as regiões Norte e Centro. Assim, para estas regiões, a passagem desta superfície frontal fria irá originar chuva persistente, que será por vezes forte entre o meio da tarde de dia 6 e a madrugada de dia 7", segundo um comunicado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A neve deverá marcar presença nos pontos altos da Serra da Estrela, descendo a cota para 1200/1400 metros durante a madrugada de dia 7, de acordo com a mesma fonte.

Em relação ao vento, este será "moderado a forte no litoral, com rajadas até 80 km/h, e forte nas terras altas, com rajadas que serão da ordem de 100 km/h".

O mau tempo faz-se sentir principalmente a Norte, mas também chega à região Sul, que "terá períodos de chuva a partir do final do dia 6 e a manhã de dia 7. O vento será moderado a forte, por vezes com rajadas até 80 km/h, no litoral e nas terras altas desta região".

O aumento da agitação marítima em toda a costa ocidental, pinta de amarelo praticamente todo o país nesta quarta-feira. Só Santarém, Portalegre, Évora e Bragança ficarão pintados de verde. O alerta amarelo avisa para uma situação de risco para determinadas atividades, sendo necessário acompanhar a evolução das condições meteorológicas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG