Curry Cabral. Bactéria obriga a fechar enfermaria de transplantados

Encerramento junta-se à falta de profissionais e de camas, que criam problemas de internamento na área dos transplantes

Uma bactéria hospitalar obrigou a fechar a enfermaria de transplantados do hospital Curry Cabral, em Lisboa. Encerramento que levou à distribuição dos doentes por outros serviços e que se veio juntar às dificuldades já sentidas com a falta de enfermeiros. Carências de profissionais e de camas que, ao que o DN apurou, estão mesmo a atrasar os internamentos nesta área.

O Centro Hospitalar de Lisboa Central, que inclui o Curry Cabral, admite o problema - as enfermarias no hospital são compostas por quatro camas - e até avança que ele "não é específico dos transplantados, existe também nas unidades de cuidados intensivos e enfermarias de doentes não transplantados".

No entanto, argumenta a SOS Hepatites ao DN, os transplantados são especialmente afetados por infeções hospitalares, por terem o sistema imunitário mais fragilizado. Situação que deixa "muito preocupada" Emília Rodrigues, a presidente da associação que acompanha doentes hepáticos.

Para lidar com estas bactérias, informa o hospital, são aplicadas medidas aprovadas à escala europeia, que passam pela redução do número de camas nas enfermarias, enfermeiros dedicados e medidas higiénicas de todo o pessoal e visitas. Medidas de contingência que se somam às limitações de camas e profissionais já sentidas e que estarão a adiar internamentos na área dos transplantes, segundo fontes hospitalares.

"O problema das bactérias multirresistentes é grave, implica medidas a nível nacional e europeu. É um verdadeiro problema de saúde pública", reconhece o centro hospitalar em resposta ao DN. "As infeções hospitalares são um problema de sempre, com picos de agudização. Temos de estar preparados para responder com apoio de equipas especializadas, como acontece no CHLC".

As infeções hospitalares por bactérias multirresistentes causam três mortes por dia em Portugal, ou mais de 1100 por ano, números apresentados na semana passada, num encontro sobre o tema, pelo coordenador do grupo local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeções e de Resistência aos Antimicrobianos (PPCIRA) do centro hospitalar Barreiro-Montijo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG