Incidente em Gatwick cancela ligações com Lisboa, Porto e Faro

Cinco ligações aéreas entre Lisboa, Porto e Faro e Gatwick, na periferia de Londres, foram cancelados até às 10.30 de hoje. TAP já avançou com dois voos adicionais para o aeroporto de Heatrow

O incidente com drones no Aeroporto de Gatwick, em Londres, também está a afetar as ligações com Portugal. De acordo com fonte oficial da ANA - Aeroportos de Portugal hoje de manhã, até às 10.30, foram cancelados em Lisboa um voo da TAP e outro da Easyjet com destino e origem em Gatwick. "Temos ainda dois voos, também da TAP e Easyjet, com origem e destino a Gatwick, cancelados no Porto e outro em Faro (chegada de um voo da Easyjet)", acrescentou.

A TAP decidiu entretanto avançar com duas ligações adicionais para o aeroporto de Heathrow - uma delas cuja partida terá já ocorrido nesta manhã e a segunda com saída prevista para as 14.40. "Com estes dois voos extras - um deles numa aeronave de maior capacidade, usada normalmente nos voos do longo curso [A330]- , a TAP pretende minimizar o impacto nos seus passageiros do encerramento temporário do aeroporto de Gatwick", explicou fonte da transportadora citada pela Lusa.

A transportadora aérea recomendou aos passageiros que se mantenham atentos a eventuais consequ~encias adicionais da situação em Gatwick: "Pedimos aos clientes com voos agendados para este aeroporto [Gatwick] que, antes de se deslocarem para o aeroporto, verifiquem junto da TAP as informações disponíveis", disse a companhia.

O aeroporto de Gatwick, na periferia de Londres, encerrou a pista na quarta-feira à noite na sequência do avistamento de dois drones nas proximidades do terminal aéreo. As aterragens e descolagens foram suspensas às 21:00 de quarta-feira, depois de dois drones terem sido avistados perto da pista, embora esta tenha sido reaberta por cerca de 45 minutos na madrugada de hoje.

Muitas aeronaves foram desviadas para outros aeroportos, incluindo Paris e Amesterdão, enquanto as autoridades aeroportuárias pediram aos passageiros que contactassem as suas companhias aéreas para se informarem sobre a situação dos voos.

O aeroporto já garantiu estar a trabalhar com as companhias aéreas para "oferecer aos passageiros estadia em hotéis" ou alternativas de viagem.

Estima-se que 2,9 milhões de pessoas passem por este aeroporto durante a atual temporada de férias.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG