Bebé encontrado no lixo vai continuar a antibiótico na MAC

Médicos que acompanham bebé na Unidade de Cuidados Neonatais da Maternidade Alfredo da Costa decidiram mantê-lo durante mais uns dias a antibiótico como medida de prevenção. Só depois será encaminhado para a Santa Casa de Lisboa, que já foi notificada do processo de promoção e proteção pelo tribunal.

O bebé encontrado num contentor em Lisboa na semana passada vai manter-se mais uns dias na Unidade de Cuidados Neonatais na Maternidade Alfredo da Costa durante mais uns dias, não estando previsto quando terá alta clínica.

De acordo com o que apurou o DN junto de fonte do Centro Hospitalar Lisboa Central, o bebé está bem e a decisão de continuar a tomar antibiótico é simplesmente por precaução, e por ter estado exposto ainda com cordão umbilical a um ambiente infeccioso.

O bebé foi encontrado dentro de um ecoponto na terça-feira ao final da tarde por um sem-abrigo e depois socorrido por uma equipa do INEM, que o transportou para o Hospital D. Estefânia. "Trata-se de um bebé que nasceu no tempo adequado, em fim de termo, sem deformações e sem qualquer problema acrescido de saúde", explicou ao DN a mesma fonte hospitalar.

Neste momento, o tribunal já notificou a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa sobre o processo de promoção e proteção aberto pelo Ministério Público e no âmbito do qual o juiz do Tribunal de Família e Menores decidiu encaminhar o bebé para o acolhimento residencial - ou seja, para uma instituição - em vez de a enviar para acolhimento familiar.

Assim, quando o bebé tiver alta clínica será encaminhado para uma das instituições da Santa Casa de Lisboa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG